domingo, 16 de agosto de 2009

"Em Escuta": "Home Edition" dos Phist (post fixo)

Os Phist (Porto) são uma banda do Porto que, como tantas outras, se juntou para tocar e dar azo ao seu gosto pela música. Dizem os próprios "...sem fronteiras nem estilos limitativos, a não ser o nosso próprio gosto. Fazemos dos concertos o nosso habitat preferencial".

No início de Abril apresentaram o seu EP de estreia, intitulado "Home Edition". É este o trabalho que agora apresentamos e que podem ouvir na barra da direita do blogue.

As músicas em escuta são:

1 - "Ever Feeling"
2 - "Rising Moon"
3 - "She's Calling Again"
4 - "Knowledge" (ao vivo)

Para mais informações vai a:
http://www.myspace.com/phistband
http://phistband.blogspot.com/

11 comentários:

zécarlos disse...

Ora bem!
Os Phist!
Vi ao vivo uma vez quase por acaso. e aconselho a quem poder ver!
Muito bom mesmo!

Espigõum disse...

Por momentos o som deles faz-me lembrar Misfits. E isso é Muito bom! :))

Miguel disse...

Por acaso, excelente comparação!
O ano passado vi-os na rua do Plano B, e foi muito bom! Grande som! Quase que já nem me lembrava deles, mas curti largo nessa noite a cena deles! Alem de bom som, tem uma atitude muito no "bota pa bateira"

Anónimo disse...

devo confessar que ouço aqui algum Green day e algum Ramones! Não sei dizer é se é bom ou mau! LOL

Anónimo disse...

Som curioso! Merecia melhor produção, não?

A.Caeiro disse...

Nova edição:
http://antidemoscracia.blogspot.com/

Nervo disse...

Cada vez mais completo e rico.Parabéns pelo vosso trabalho;)

Anónimo disse...

Tontura Rural eh o resultado do encontro do projectos Preguizza (Luís Antero, Samuel Ufus) e Engenho (Marco Ramos, Samuel ufus). Estes indivíduos com origens na mesma região de Coimbra e com interesses comuns em relação há música experimental, improvisada, de variz psicadélica decidiram juntar-se de forma a prolongar a chama dessa fogueira ruidosa há volta da qual se pratica musica assumidamente paranóica. Atraído pela fumaça dessa fogueira veio juntar-se ao ritual um homem da invicta, o sor Al Rucini, patrono da netlabel Electro Rucini e assim apareceu a visão da Tontura Rural, um álbum dedicado as fantasmagorias da província. Para alem destes indivíduos outros lunáticos com algum tipo de ligação ao provincismo surreal deram a sua contribuição poética: Toze Figueiredo, Skywalker, pintor com origens no interior de Coimbra mas com base em Londres. André Santos, residente na zona de tábua e autor do projecto SRéDoido. Pedro Nuno Veloso, contribuiu com o poema Morphosy. Há também a participação de duas senhoras: Arlete Ferreira, de Arganil, terra por onde esse escritor da ruralidade crua, Mıguel Torga se passeou e ainda Carmen Serralva, mais uma personagem da invicta, responsável pelo berreiro abstracto-xamanico.

Gajuve disse...

Última Semana!!!
Estão abertas a inscrições...
Mais informações em:

www.mun-setubal.pt
www.mun-setubal.pt/gabinetejuventude


ps: por favor divulguem esta mensagem, obrigada

Caigicungre.com.vn disse...

But the artist is amazing, they have dedicated their talents to everyone who can feel, thanks for sharing.

casio cdp 130

nhaccuamnhacvietthanh disse...

Hello. I'm a music lover, I love your blog. And you can see more of my instruments here: Roland RP102